+ Populares

Aviso


31 janeiro 2012

Estresse + Sedentarismo + Má Alimentação = Obesidade

Estresse e Obesidade em Círculo Vicioso


Por Beth Santos (via ABESO)

Após extensa revisão de estudos, pesquisadores noruegueses concluíram que o ganho de peso e os níveis de cortisol (conhecido como hormônio do estresse) são muito maiores em pessoas que engordam por causa do estresse. Ou seja, quem tem cortisol elevado, ganha peso mais facilmente.



Brynjar Foss e Sindre Dyrstad, da Universidade de Stavanger, Noruega, afirmaram que osedentarismo e a alimentação hipercalórica, sozinhos, não explicam a atual epidemia de obesidade no mundo. Sabe-se que o estresse pode provocar o ganho de peso, e que ser obeso pode gerar estresse. A nova teoria para tentar explicar esse círculo vicioso sugere que o estresse e a obesidade reforçam-se mutuamente “por um processo de feedback positivo”, dizem os pesquisadores.Em outras palavras, engordar pode gerar estresse, o que aumenta o ganho de peso. Fazer dieta, no entanto, também pode elevar a produção do cortisol, que aciona a resposta estressante e impede a perda de peso. Os pesquisadores noruegueses concluíram que “se nossa hipótese estiver correta, significa que você terá que quebrar esse padrão de estresse se quiser mesmo interromper seu ganho de peso”.Conclusão do estudo: má alimentação e sedentarismo continuam a fazer engordar, não como fatores principais, mas sim como efeitos de um círculo vicioso comandado pelo estresse.Mais EvidênciasO especialista Adriano Segal, membro do Departamento de Psiquiatria e Transtornos Alimentares da ABESO, comenta que “a associação do estresse, do cortisol e da obesidade vem sendo estudada há vários anos e pode responder por uma parte dos casos. Mas, como dizem os próprios autores, é um aspecto que necessita mais evidência antes que se possa dizer que o estresse é a causa da obesidade”.O Dr. Segal acha que “o importante é que se mantenha em mente que dieta balanceada eatividade física regular ajudam na manutenção do peso mais adequado e também em níveis mais baixos de estresse. Ou seja, as dietas que aumentam o estresse são aquelas em que os objetivos estão mal definidos, em termos de saúde: a ditadura estética prevalece sobre o bom senso clínico”. Concluindo, ele afirma que, “via de regra, a perda saudável de peso está associada a uma melhora nos marcadores de estresse e de qualidade de vida”.

Nenhum comentário:

Hotwords

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

Seguidores