+ Populares

Aviso


31 maio 2011

Obesidade e distúrbios do sono

Comer, respirar e dormir são ações que tem muito mais em comum do que você pode imaginar. Além de serem necessidades básicas do nosso organismo estão relacionadas à nossa qualidade de vida. Comer em excesso pode dificultar a respiração que por sua vez dificulta o sono. Como isso acontece?

Quando falo que comer demais dificulta a respiração não me refiro àquela ida à churrascaria em que você sai tão cheio que precisa sentar reclinado para poder respirar. Me refiro ao comer demais ao ponto de engordar tanto que o excesso de gordura dificulta sua respiração durante à noite, podendo até bloqueá-la. Sim, isso pode acontecer, é muito sério e chama-se apnéia do sono. A principal característica de quem sofre com esse problema é o ronco.


Dados estatísticos indicam que 70% das pessoas que sofrem com a apnéia do sono são obesas. Entre os obesos mórbidos 80% dos homens e 50% das mulheres sofrem com o problema. A dificuldade respiratória causa obstrução parcial ou completa das vias aéreas superiores, resultando em períodos de parada respiratória, baixa oxigenação sanguínea e despertares noturnos frequentes. O resultado disso são sonolência diurna, grande dificuldade em levar adiante as tarefas do dia. E o que é mais grave: vários problemas cardiovasculares, de 40 a 90% dos pacientes com apnéia do sono têm hipertensão arterial

Hoje o programa Bem Estar, da Rede Globo, tratou do assunto e mostrou a história de um motoboy que chegava a acordar 600 vezes durante a noite, com episódios de parada respiratória e que chegou a sofrer um acidente por dormir pilotando sua moto. Exames indicaram baixa oxigenação do sangue em boa parte da noite.

Diagnóstico
É feito pela polissonografia. Para realizá-lo, o paciente deve dormir uma noite no laboratório, quando devem ser aferidos vários parâmetros, como o grau de oxigenação do sangue, pressão arterial eletroencefalograma, frequência respiratória e pausas respiratórias, eletrocardiograma, e vários outros sinais clínicos que podem nos indicar a qualidade do sono.

Tratamento
  • Emagrecer
  • Evitar o consumo de álcool e substâncias sedativas
  • Evitar dormir em decúbito dorsal (barriga para cima)
  • Nos casos mais graves o uso de CPAP é indicado (aparelho que causa pressão positiva contínua)

Nenhum comentário:

Hotwords

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

Seguidores