+ Populares

Aviso


18 junho 2010

Sibutramina vetada na rede pública de São Paulo

A área Técnica de Assistência Farmacêutica, subordinada à Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo (SMSSP), informa que, diante de estudos que mostram os riscos do medicamento a pacientes com problemas cardiovasculares, não autoriza a confecção de talonários de notificação de receita B2 para prescrição de sibutramina.
UOL
Além de proibir  a SMSSP afirma no documento que o medicamento "não têm lugar na terapêutica” e que “a Administração não pode e não deve propiciar o acesso a produtos farmacêuticos que não trazem benefícios aos pacientes, como é o caso dos supressores de apetite de ação central”.


A decisão é no mínimo questionável. O abuso no uso do medicamento é um fato e a ANVISA já havia tomado providências no início do ano tornando ainda mais difícil o acesso à substância exigindo a utilização da receita azul. Daí a afirmar que a Sibutramina "não tem lugar na terapêutica" há uma longa distância. Existem pacientes que dependem da substância para  poderem ser submetidos à procedimentos cirúrgicos, por exemplo, pois não conseguem emagrecer com a dupla dieta e exercício.

Leia a notícia completa clicando aqui.

Nenhum comentário:

Hotwords

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

Seguidores