+ Populares

Aviso


13 outubro 2009

Dráuzio Varela entrevista o Psiquiatra Táki Cordás

Essa foi a postagem do blog Adeus Gordura na campanha de postagem coletiva pelo Dia Nacional de combate à obesidade.



Eu postei essa Matéria pq todos obesos sofre preconceito !!!




Matéria Foi tirada do site http://www.drauziovarella.com.br/





Táki Cordás é médico psiquiatra e professor de Psiquiatria na Universidade de São Paulo.

Preconceito antigo

Drauzio – Quais as raízes do preconceito social contra a obesidade? Não existe preconceito semelhante em relação às pessoas extremamente magras, por exemplo.
Cordás – O preconceito em relação à obesidade é muito antigo. Desde a Grécia antiga, e depois na Idade Média, período marcado pelo poder da Igreja, o obeso é considerado um indivíduo que oscila entre a preguiça e o mau caráter. É o preguiçoso que se nega a assumir qualquer atividade ou o fraco que se deixa arrastar pela gula, um dos sete pecados capitais. Portanto, o obeso costuma ser classificado como um pecador ou uma pessoa com desvios de caráter e personalidade.

Drauzio - Assisti, num canal de televisão estrangeira, a um trabalho realizado com crianças de 5 ou 6 anos convidadas a opinar sobre quem não escolheriam como amigo. Para tanto, foram exibidas fotografias de um chinezinho, de uma criança careca porque tinha feito quimioterapia, de outra em cadeiras de rodas, de uma criança de nacionalidade oriental difícil de ser identificada e a de um gordinho simpático e sorridente. A resposta foi impressionante: todas escolheram o gordinho.
Cordás – Essa é uma experiência clássica, mas há várias outras semelhantes que incluem figuras de crianças tetraplégicas ou cegas. Quando se pergunta quem a garotada não gostaria de ser, a resposta coincide: ninguém quer ser o gordinho, ou seja, todos preferem quadros muito mais graves de saúde ao excesso de peso.Esse preconceito, que começa na infância, alastra-se por todas as faixas etárias e se torna evidente nas mais diferentes áreas. Os obesos, em geral, têm menor número de anos de estudo, menor oferta de emprego e oportunidades diminuídas de casamentos. ( mto triste o resultado dessa pesquisa ... porém é a realidade )

Reação psicológica diante do preconceito

Drauzio – Essa reação negativa da sociedade diante da figura da pessoa obesa que tipo de problemas costuma gerar?
Cordás – Gera problemas psicológicos, certamente, baixa auto-estima, sentimentos de rejeição e de depressão, considerado o latu sensu da palavra. No entanto, se você escolher aleatoriamente cem pessoas obesas entre as que caminham pelas ruas e avaliar se apresentam mais problemas psiquiátricos do que a média da população em geral, concluirá que não, que não têm. Essa relação não se repete, porém, se forem considerados os obesos que estejam em tratamento num hospital, centro universitário ou clínica. Observado esse viés populacional, de 30% a 40% deles sofrem de depressão. Isso significa provavelmente que, quanto mais grave o quadro de obesidade, quanto mais resistente ao tratamento, maior o número de problemas psicológicos e psiquiátricos a que estão expostas essas pessoas.

Nenhum comentário:

Hotwords

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

Seguidores